quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

GROUCHO VERSO




















Às vezes, meu verso
fica Groucho !
E não gosta,
que o aceitem como sócio,
nos clubes convencionais...

Tem um pé na euforia.
Um loquaz viajante! Um tonto...
De amém itinerante,
sem podas contratuais.

Às vezes meu verso
fica Groucho !
Seixo de metamorfoses.
"Partner" canastrão e virtuose.
Flerte dos kamikases...

E mostrando a bunda,
para as opiniões oficiais !...


NINA ARAÚJO






2 comentários:

  1. clap clap clap pra seu verso Groucho, Nina
    você é ótima

    ResponderExcluir
  2. Ô João, eu agradeço muito, viu?
    carinho,
    Nina.

    ResponderExcluir